quarta-feira, janeiro 26, 2005

A solidão

É incrível como estar só independe de ter ou não pessoas ao seu redor...
Estou só agora...
Preciso deste momento, sou mais sincero comigo, sou mais real...
Isso não é dor, é reflexão, é se entender.
É o caos e a serenidade, é o belo e o horrendo convivendo juntos...
Indissociáveis, indivisíveis.
É ser fútil, mesquinho, deplorável, subterrâneo...
E ainda ser motivo de louvor!
Essa é a solidão...
A minha solidão.

Um comentário:

Piegas disse...

Sinto a solidão como algo necessário na vida de alguém, às vezes fico feliz ao lado dela, ela me ensina muita coisa que quando estou em meio a multidão não consigo absorver, apenas ouvindo-a no profundo silêncio é que as coisas vão se devendando...

(Alma de poeta)