sábado, julho 26, 2008

Tempus Edax Rerum



Como o Vento...
Com o Vento...
Arrasta e Espalha...
Desarruma e desagrega...

Intempestivo tempo!
Infalível força!
Que átomo por átomo
Faz cair...

Pacientemente...
Como quem sabe o que quer...
Que não desiste um milésimo
De segundo qualquer

Irredutível!
Implacável!
Inexorável força!
Que a tudo enforca

Corrói a tudo
A força a tudo impõe
E arrasta e espalha...
E não pode desistir

Sua fraqueza é sua força
Não sabe parar
Não se limita diante de nenhum
Tempus edax rerum!

2 comentários:

Juliana disse...

Meu primo é tão erudito! :D
Belo trabalho João, adorei!!!

João Lins disse...

Ju, valeu. Mas erudito é uma palavra mui pesada para mim... Não tenho força para carregá-la. Fico com a afetividade tua.