sexta-feira, agosto 22, 2008

O Sonho do Sonho



Quando, sonho, acordado estou?
Quando sonho, acordado estou?
Quando sonho acordado, sou...
Quando acordo do sonho sou mais...
Tão mais que acordo do horror...
De acordo, acordo-me a sonhar...
E nego a vigília para afirmar o sonho...
O sonho sonhado quando nem sei se acordado...
Se sonho acordado e acordo a sonhar,
A vigília posso afirmar?
Ou sonho a vigília para reafirmar o sonho?
Tão logo abro os olhos, imagens tomem conta de mim...
Imagens são sonhos de empréstimo...
Sonhos são imagens de fantasia do real...
Sonhar é acordar do sonho insonhado...
Do sonho insondado...
Do sono insônia-dado...
Do som dado... insânia...
Do grito de ser um dado...
De algumas faces...
Sou o sonho do seu sonho passado...
O sonho da sua cabeça, alojado...
Como o vírus que se acopla aos sonhos vividos, experienciados...
Aquele que te faz viajar sem entender se acordado está...
Estás a sonhar?
Eis a convicção que um sonho pode dar...
A certeza do sonho de acordado estar...

Um comentário:

Sopro da Alma disse...

Olá João!
Sinta-se a vontade para adicionar meu blog em teus favoritos, aliás, para mim seria uma honra.

Gostei do texto, e gostei principalmente da postagem anterior, "Simples".
Sou e serei eternamente simplista. A simplicidade consegue ir além...

Abraços.