quinta-feira, outubro 08, 2009

O Poço de Mistério


Estava solta...
Nos braços de si...
Caiu em olhares...
Sorriu para mim...

Sorriso mistério?
Olhar curioso...
Quem descobre assim?

Quando corre, sorri e encara...
O poço que se abre à frente é mistério sim!
Puro desejo de elucidar...
O alto grau de aprender...

É a vida que pulsa em criatividade...
É ativa a idade...
São traços e esboços...
Abraços e esforço...
Gasto de energia...
Investimento em saber...

O mistério que me encanta...
Que me aproxima e afasta...
Que traz o mar revolto...
A calmaria pós-tempestade...
O silêncio leve e solto...
A paz e a vontade.

Querer estranho e sagaz...
Inteligente, perspicaz...
Delírios, deleites sutis...
Imaginação ativa diante de si...
Só?
Não sei...

Só vejo um poço de mistério em sorriso tranquilo...
Um rosto singelo em leve olhar...
Um olhar engraçado...
Que às vezes encosta em encantar...
Que ao nada se mostra para o mar aclarar...
Um oceano daqui...
Umas águas sem fim.

2 comentários:

Gênesson disse...

Prefiro não comentar...rs

João Lins disse...

É melhor mesmo, Negão! xD

Abraço, mano.